Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
Arquidiocese
 
29.Jan - GRATIDÃO AOS SCALABRINIANOS
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
GRATIDÃO AOS SCALABRINIANOS

 

A Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Rondinha, desde a sua criação em 24 de outubro de 1936, foi confiada, por Dom Antônio Reis, bispo de Santa Maria, aos cuidados pastorais dos “Padres Carlistas”, hoje denominados de Scalabrinianos. Depois, com a criação da Diocese de Passo Fundo, em 1951, continuaram atendendo e designando padres para a paróquia.


Em novembro de 2022, o Superior Regional dos Missionários de São Carlos - SCALABRINIANOS - informou o arcebispo de Passo Fundo que a Congregação não tinha mais condições disponibilizar padres para atender a Paróquia de Rondinha. Na oportunidade, o arcebispo solicitou que continuassem o atendimento pastoral até o final de 2023.


Em 27 de janeiro de 2024, com a presença a comunidade local, do arcebispo Dom Rodolfo Luís Weber, do Superior Provincial Pe. Alexandre De Nardi Biolchi, CS, do pároco Pe. Valmir Baldo, CS, do vigário paroquial Pe. Mario Gazzali, CS e outros padres, foi celebrada a Missa de Ação de Graças pela missão evangelizadora realizada pelos Scalabrinianos em Rondinha. Também na missa, os cuidados pastorais da paróquia, por parte dos Scalabrinianos, foram devolvidos ao arcebispo para que nomeie outro pároco, seja ele do clero diocesano ou religioso.


O arcebispo Dom Rodolfo entregou a seguinte carta de agradecimento ao Superior Provincial Pe. Alexandre De Nardi Biolchi:

 

CARTA DE AGRADECIMENTO

 

Saudações fraternas ao Pe. Alexandre De Nardi Biolchi, CS

Superior Regional dos Missionários de São Carlos SCALABRINIANOS – Região Nossa Senhora Mãe dos Migrantes – América do Sul

Saudações fraternas a todos os padres Scalabrinianos, especialmente aqueles que exerceram o ministério na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Rondinha.

 

Saudações fraternas em Jesus Cristo!

Desde a sua criação, os cuidados pastorais da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Rondinha, RS foram confiados pela Arquidiocese de Passo Fundo aos “Padres Carlistas”. Agora, por solicitação dos mesmos, pedem que a Arquidiocese confie a paróquia a outros presbíteros. Este pedido provoca mudanças. Todas as estruturas criadas pela Igreja para realizar a missão evangelizadora sempre são passíveis de modificações, pois são meios e não fins. Cada mudança tem suas causas e são resposta às mudanças ocorridas na história. Cada mudança desperta sentimentos e exige tomar decisões.


A Arquidiocese de Passo Fundo manifesta profunda gratidão aos Scalabrinianos, em primeiro lugar, pela presença em Rondinha. A presença está na ordem do ser. O espírito do mundo pressiona pela produtividade, pelo fazer, mas o testemunho na evangelização é indispensável. A cidade de Rondinha pôde conviver com muitos Scalabrinianos, cada um deles com sua marca particular, mas todos apontando o carisma próprio da Congregação no cuidado com os imigrantes. Afinal, todos somos migrantes no mundo, mesmo aqueles que nascem e morrem no mesmo município.


Agradecemos pelo zelo pastoral realizado na tríplice missão de anunciar o Evangelho, santificar e governar. Milhares de pessoas escutaram o Evangelho e foram educadas na fé pela pregação dos padres scalabrinianos. Outros milhares receberam as graças sacramentais por eles administradas. Outras pessoas foram fortalecidas na esperança e educadas para a caridade. Outros fiéis foram consolados nos sofrimentos ou puderam partilhar as suas alegrias. Podem-se enumerar muitas obras materiais, citar datas, nominar pessoas, porém não vão contar toda a história. Pois, a realidade é superior ao discurso.

  

Talvez o mais importante nunca foi ou vai ser escrito que são as pequenas obras de amor, que na avaliação humana não merecem ser registradas ou não são captadas, mas diante de Deus tem um valor imenso e eterno.


Enfim, de coração, um imenso obrigado a todos e por tudo.


Toda despedida causa tristeza. Como Arquidiocese de Passo Fundo lamentamos não poder mais contar com a presença e atuação pastoral dos Scalabrinianos na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Rondinha. Ao mesmo tempo, somos agraciados com a sua presença nas paróquias de Nossa Senhora de Lourdes de Sarandi, Nossa Senhora do Rosário de Serafina Corrêa e Santo Antônio de Guaporé. A pluralidade de dons e carismas é uma marca da tradição católica. É verdade que às vezes gera algum conflito, mas que é menos prejudicial do que a falta de dons e carismas. Continuamos de portas abertas para retornarem e para outras iniciativas da Congregação na Arquidiocese.


Invoco as bênçãos de Deus, pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida, nossa padroeira, sobre a grande família Scalabriniana. E desejamos que a maravilhosa obra iniciada por São João Batista Scalabrini continue a ser muito fecunda e perdure na história, seja na Arquidiocese de Passo Fundo ou em qualquer parte do mundo.

Em Cristo!

 

Passo Fundo, 27 de janeiro de 2024

 

Dom Rodolfo Luís Weber

Arcebispo da Arquidiocese de Passo Fundo

 


 


Fotógrafo: Fernando Concatto

Fonte: ASCOM - Elisabete Gambatto

Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | sala 401 Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | sala 410 Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2024 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.