Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
Arquidiocese
 
04.Mai - Arcebispo celebra Sacramentos da Ordem e da Crisma na Paróquia Santo Antônio de Guaporé
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Arcebispo celebra Sacramentos da Ordem e da Crisma na Paróquia Santo Antônio de Guaporé

 

O Arcebispo Metropolitano de Passo Fundo, Dom Rodolfo Luis Weber, esteve no final de semana, dias 01 e 02 de maio, em Guaporé presidindo inúmeras celebrações litúrgicas que envolveram de forma intensa e ampla  a participação da comunidade católica.


SACRAMENTO DA ORDEM DIACONAL: 

 

 

Em solene cerimônia litúrgica ocorrida no sábado, o Arcebispo conferiu o Sacramento da Ordem, no grau do Diaconato, a Silvio Antônio Bedin e Tarso Apolônio Zeni. Trata-se de um momento inédito, histórico para a comunidade. Os guaporenses coroaram um processo formativo de estudos teológicos de quatro anos, realizados na Escola Diaconal São Lourenço Mártir, assessorada pelo Instituto de Teologia e Pastoral (Itepa Faculdades),  da Província Eclesiástica de Passo Fundo.   


A cerimônia foi antecedida por intensa preparação, que contou com a visita às comunidades, um tríduo de orações na Igreja matriz e também a organização dos atos litúrgicos, o que tornou a Celebração a expressão do vigor comunitário.  Em razão da pandemia, ficou restrita à participação apenas dos familiares e algumas lideranças pastorais. Contudo, a comunidade pode acompanhar pelas mídias sociais, com milhares de acessos. Estiveram prestigiando a solenidade o Prefeito Municipal, sr. Valdir Fabris e esposa Jane, o Vereador Jonas Agosti e esposa Josiani, e também o sr. Fernando Marcolin, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Guaporé.


   A celebração presidida por Dom Rodolfo, foi concelebrada pelo Pe. Ivanir Antônio Rampon, coordenador de pastoral e pe Eberson Fontana, reitor do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, representantes do Clero da Arquidiocese; pe. Osmar Burille, coordenador da Área Pastoral de Guaporé; Pe. Joel Ferrari, Diretor do Recanto São Carlos; do Pároco Pe. Pedro Luiz Nierotka e do vigário Pe. Antônio Dalla Costa. Contou também com a participação dos Diáconos Permanentes Gilberto Chiarello e Valter Rossetto, de Serafina Correa.


O ato litúrgico da ordenação, começou com a apresentação dos candidatos ao Arcebispo, o que foi feito pelo Pároco. Em seguida, Silvio e Tarso foram interrogados por ele a respeito de sua disposição em assumir o ministério ordenado. Após, Dom Rodolfo proferiu a homilia que, inspirada no Evangelho da Videira e dos ramos (Jo 15, 1-8), enalteceu a importância do Ministério Diaconal se voltar para fortalecer a vida comunitária, lugar de vivência e cultivo da fé cristã. Enfatizou o Arcebispo que a vivência evangélica na comunidade torna as pessoas mais humanas e que “quanto mais humanos formos, mais divinos seremos, mais próximos de Deus estaremos”. Após seu pronunciamento a comunidade pode acompanhar os sucessivos atos litúrgicos da ordenação:  a profissão dos votos por parte dos ordinandos, a prostração e o canto da litania de todos os santos, a imposição das mãos por parte do Arcebispo e a oração consecratória, a entrega dos Evangelhos, a colocação da estola diaconal, símbolo da autoridade eclesial e por fim, a saudação de acolhida do Arcebispo, dos familiares e dos presbíteros.


Ao final da Celebração, Padre Pedro fez um emocionante pronunciamento destacando o processo de longa formação e vivência dos recém ordenados Silvio e Tarso, agradecendo sua decisão de colocar-se a serviço da comunidade. Enalteceu o apoio de suas respectivas famílias, dando destaque ao exemplo da mãe do Tarso, sra. Lucia Martinelli Zeni, que, com 94 anos, estava presente e colocou a estola diaconal no filho. Também destacou os grandes desafios das comunidades, lugar preferencial de atuação dos novos diáconos:

 

"Parabéns aos DIÁCONOS SILVIO E TARSO E SUAS FAMILIAS, é uma Graça muito grande essa missão, que vocês abraçam... É uma benção para nossa Paróquia, nossa Arquidiocese, nossa comunidade, nossa Igreja. Algo novo, mas é recuperação da origem do diaconato, em nossa comunidade, e na arquidiocese. Aqui em Guaporé temos mais de quarenta comunidades, muitas no interior que são menores, dez nos bairros,  há muito o que fazer... Temos 25 pastorais, movimentos, serviços, há muito o que fazer fortificar fortalecer. Temos a realidade dos 80 venezuelanos recém chegados, os senegaleses, os haitianos e outros; temos o desafio das pastorais: carcerária, migratória, cáritas e outras. Nossa igreja não alcança a todos, há muitos espaços a serem preenchidos.   Encerramos nossos agradecimentos com outra frase do Papa Francisco: onde a mão de Deus toca tudo se renova, que seja essa renovação para nossa comunidade esses dois Diáconos... O nosso cartão de identidade cristã é este: Deus é nosso Pai, Jesus é nosso Irmão, a Igreja é a nossa família, nós somos irmãos, a nossa lei é o amor, seguindo os passos de Jesus vocês terão uma vida abençoada", disse.

 

 

Também se pronunciaram o Coordenador Arquidiocesano de Pastoral, Pe. Ivanir Rampon, dando as boas vindas a Tarso e Silvo em nome do Clero da Arquidiocese, que a partir da ordenação passam a integrar. Em seguida a sra. Marilene Mazzutti, em nome das pastorais, acolheu e saudou os novos diáconos, retomando a importância da vocação que ambos estão assumindo na comunidade.  Em nome do Conselho de Assuntos Econômicos da Paróquia, o Sr Idalino Mario Zanette, fez uma breve fala acolhendo os novos diáconos.

 

 

Nossa comunidade católica está vivendo um momento muito especial que será lembrado como um marco histórico na atividade pastoral junto à comunidade, com a ordenação diaconal de Silvio Antônio Bedin e Tarso Apolônio Zeni. Estamos todos com o coração em festa e com muita alegria queremos parabenizar os diáconos Silvio e Tarso, pela vocação e pela decisão tomada de colocar-se ainda mais a serviço da sociedade. Os membros do CAE e de todas as pastorais da nossa paróquia, desejam que Deus conceda a cada um de vocês fidelidade e perseverança no ministério e na alegria de servir a Deus na pessoa do próximo, sobretudo os mais necessitados de ajuda material e espiritual, tanto na família, na profissão, quanto na comunidade. Silvio, Tarso, o vosso testemunho e serviço será de muita valia na nossa comunidade, principalmente nesses tempos conturbados e de indefinições. As pastorais e os movimentos se colocam a disposição para ajuda-los doravante nessa nova missão e estão ávidas para receber os ensinamentos e diretrizes da Igreja que obtiveram em sua formação. Rogamos que São Lourenço, patrono dos Diáconos, que os guiem e esteja com vocês em toda a caminhada, principalmente no serviço da Palavra de Deus, no serviço da caridade e no serviço da Liturgia. Muitas Felicidades!", finalizou Idalino.

 

Após, num momento de grande emoção, ocorreu uma homenagem aos ordenados, que contou com a participação dos netos e sobrinhos-netos de Tarso e Silvio, e que foi realizado ao embalo da música “por uma grande missão”, entoada pela solista Laura Bagnara. Na procissão que percorreu toda a nave central do templo, as crianças apresentaram as palavras de Jesus “roguem o Senhor da Messe para que envie operários para a messe” (Mt 9,38).

 

Por fim, houve o pronunciamento dos ordenados que agradeceram especialmente a acolhida e o apoio (em especial o coral, a equipe de liturgia, os serviços) da comunidade católica de Guaporé. Manifestaram sua disposição em assumir a missão que lhes foi confiada pela Igreja.

 

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br

 


 


Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 2º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2021 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.