Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
FORMAÇÕES
01.Jun - Deus Pai e Filho e Espírito Santo
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Deus Pai e Filho e Espírito Santo


O prefácio da missa da solenidade da Santíssima Trindade reza. “Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre em todo lugar, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso. Com vosso Filho único e o Espírito Santo sois um só Deus e um só Senhor. Não uma única pessoa, mas três pessoas num só Deus. Tudo o que revelastes e nós cremos a respeito de vossa glória atribuímos igualmente ao Filho e ao Espírito Santo”. Esta oração de louvor professa a fé no Deus uno e trino, um só Deus em três pessoas. Um mistério inefável para a nossa capacidade humana e, mesmo assim, Ele se deu a conhecer, revelou-se.




Foi Jesus Cristo quem nos revelou a intimidade de Deus. No Antigo Testamento Deus já era chamado como criador e Pai, particularmente dos pobres, órfãos e viúvas. Jesus revelou um novo sentido, totalmente original, ao se referir a Deus como “Pai”. “Ninguém conhece o Filho (Jesus) senão o Pai, e ninguém conhece o Pai senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar” (Mt 11,27). Em outros momentos, Jesus deixou claro que estava realizando a “vontade do Pai”, “quem me vê, vê o Pai”, “eu o Pai somos um”.




Jesus também anunciou “outro Paráclito” (defensor) o Espírito Santo, atuante desde a criação , “quem falou pelos profetas”, está agora junto dos discípulos e presente neles, para ensiná-los e conduzi-los à “verdade plena” (Jo16,13) Assim, o Espírito Santo é revelado como outra pessoa divina em relação a Jesus e ao Pai. “O Espírito Santo é enviado aos apóstolos e à Igreja tanto pelo Pai, em nome do Filho, como pelo Filho em pessoa, depois de seu retorno para junto do Pai. O envio da pessoa do Espírito, após a glorificação de Jesus, revela em plenitude o mistério da Santíssima Trindade” (Catecismo da Igreja Católica n. 244)




            Os textos bíblicos da solenidade da Santíssima Trindade (Êxodo 34,4-6.8-9, 2º Coríntios 13,11-13 e João 3,16-18) não se detém tanto no mistério da Trindade, mas falam do amor de Deus. O amor se constitui a essência divina e ao mesmo tempo a sua unidade. Moisés que conduz “um povo de cabeça dura” grita a Deus: “Senhor, Senhor! Deus misericordioso e clemente, rico em bondade e fiel”. No Novo Testamento , a 1ª Carta de São João (4,8) resume a Deus com uma única palavra: “Amor”. O santo Evangelho afirma: “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. De fato, Deus não enviou o seu filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que mundo seja salvo por ele.”




            O Deus revelado pelas escrituras falam claramente que Deus não é alguém fechado sobre si mesmo e satisfeito em sua autossuficiência, mas é vida que deseja comunicar-se, é abertura, é relação. Todas as palavras como misericórdia, clemente, rico em bondade, fiel e amor falam de relação. Um ser cheio de vida que quer transmitir e gerar vida. Este rosto de Deus revelou-se plenamente em Jesus Cristo, pois passou “por este mundo fazendo o bem” (Atos 10,38). Em nome deste Deus São Paulo saúda: “A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor do Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam como todos vós”.




            Desta realidade divina nasce uma luz para olhar a realidade humana. Criados à imagem e semelhança do Criador os humanos são chamados a viver uma vida de relações fraternas, de encontro, de diálogo, de amor. O ser humano só se realiza e se torna humano na medida em que sai do seu isolamento, forma comunidade e sociedade; em que tem preocupação com a vida do próximo desejando que ele viva.



Fonte: Dom Rodolfo Luís Weber – Arcebispo de Passo Fundo

Dom Rodolfo Luís Weber

Dom Rodolfo Luís Weber

O arcebispo metropolitano de Passo Fundo, dom Rodolfo Luís Weber, escreve semanalmente artigos de opinião sobre temas diversos e latentes em nossa sociedade.

Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | sala 401 Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | sala 410 Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2024 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.