Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
FORMAÇÕES
24.Nov - Diretório Arquidiocesano da Ação Evangelizadora proporciona formação de Coordenadores Paroquiais da Animação Bíblico-Catequética
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Diretório Arquidiocesano da Ação Evangelizadora proporciona formação de Coordenadores Paroquiais da Animação Bíblico-Catequética

O Diretório da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de Passo Fundo é um Documento que reúne os princípios, as orientações, as diretrizes e as normas que orientam a Ação Evangelizadora Arquidiocesana. A revisão do Diretório está passando por reformulações desde 2018. Destas revisões, os documentos referentes aos sacramentos da Eucaristia e da Crisma já foram aprovados e publicados, ainda em 2019. Ambos foram tema de formação aos coordenadores paroquiais da Animação Bíblico-Catequética, realizada online, em 26 de outubro, com assessoria do Coordenador Arquidiocesano de Pastoral, Pe. Ivanir Antônio Rampon e do Arcebispo Metropolitano, Dom Rodolfo Luís Weber.


O sacramento do Batismo e da Crisma nos direcionam para a Eucaristia, que é o sacramento da plenitude, um sinal de plena e definitiva inserção na Igreja. A Iniciação à Vida Cristã é única, mas celebrada em três gestos sacramentais, Batismo, Crisma e Eucaristia.


Diretório do Sacramento da Eucaristia


Sobre este sacramento, Pe. Ivanir enfatizou que os princípios, normas e orientações do Diretório, têm a finalidade de facilitar a vivência cristã de forma ativa, consciente e frutuosa. Destacou a parte introdutória do Diretório da Eucaristia, Jesus vem ao nosso encontro e nos alimenta à sua mesa. Citou que a passagem de Lucas 22,15 expressa o desejo forte de Jesus de cear conosco e, em Mateus 26,26-28, lembra o pedido de Jesus de fazer memória do seu gesto supremo de amor, a doação da vida em favor da salvação da humanidade. Destacou a grandeza do Mistério Pascal de Jesus Cristo e o desejo da Igreja: deseja ardente a Mãe Igreja, que todos os fiéis participem de forma plena, consciente e ativa das celebrações litúrgicas... (SC 14).  Deixou claro, que a Eucaristia não é somente rito, mas vida, porque o Cristo da Eucaristia remete ao Cristo presente nos pobres, nos necessitados. Participar da Missa é deixar-se encontrar pelo Mestre, tornar-se um, pela união com o seu Corpo e Sangue, assumindo a sua prática libertadora. Lembrou que a Eucaristia, o Pão do Céu, nos desafia a sermos a Igreja do pão e da paz partilhada. A celebração da missa é, portanto, o ato mais sublime e mais grandioso, que nos leva ao compromisso da vida partilhada. Por último, chamou atenção para as sete partes que compõem o Diretório, cujos conteúdos são de extrema importância para formação e vivência cristã.


Diretório do Sacramento da Crisma


Dom Rodolfo fez sua reflexão sobre o Diretório do Sacramento da Crisma, dizendo que ele contém a fundamentação teológica necessária para responder às perguntas que surgem em relação à catequese da Crisma. Afirmou que o mesmo deve chegar às mãos de todas as pessoas envolvidas na catequese. Destacou alguns pontos do Diretório, conforme os números citados:


1 – O Ritual da Confirmação ou Crisma traz presente o sentido da unção: Cristo, o ungido do Pai. Assim, também, o cristão é confirmado na missão do seguimento a Jesus.


2 – O Sacramento da Confirmação é parte integrante da etapa da Iniciação à Vida Cristã, que só pode ser recebido uma única vez.


5 – O Sacramento da Confirmação visa fortalecer o cristão com o Dom do Espírito Santo, a pertença à Igreja Católica; em dar testemunho de Jesus Cristo no mundo; em configurar-se a Cristo, difundindo e defendendo a fé em Jesus Cristo.


6 – A formação catequética cabe às paróquias, proporcionando um bom preparo às etapas da Crisma I e II. Bem como, deve ser um anseio dos catequistas, aprimorar-se no desempenho da missão, ter sede profunda de realizar o melhor na catequese. Por isso, ver a formação como necessidade de capacitação sempre melhor.


7 – O local da catequese requer ambiente propício, não pode ser improvisado, deve ser adequado conforme as orientações dos livros de catequese de Iniciação à Vida Cristã. Na etapa da Crisma I o aprofundamento se dá sobre a fé da Igreja. Na etapa da Crisma II trata do discipulado e da missão.


8 – A dimensão educativa é uma grande dificuldade, pois a realidade atual, com a influência dos meios de comunicação, desafia os pais a esforçar-se no desempenho de sua missão de ajudar os filhos na educação da fé, tendo presente sua responsabilidade de primeiros e insubstituíveis catequistas de seus filhos, na família. As comunidades cristãs oferecem catequistas para auxiliar na missão, mas eles não substituem os pais.


11- Na novena e no dia de Pentecostes é importante cultivar um ambiente orante, convidando os crismados a participar das celebrações, para pedir a graça ao Espírito Santo, de testemunhar, com a vida, os dons recebidos no sacramento da Crisma.


13 – É importante provocar a aproximação dos catequizandos com a comunidade. Os padres e diáconos podem refletir, com antecedência nas celebrações, o sentido do Sacramento da Crisma, ajudando a comunidade a preparar-se para participar mais ativamente da celebração.


21 e 22 – Os crismados podem escolher um padrinho ou madrinha de Crisma, sendo que o verdadeiro papel deles precisa ser refletido com tempo, como uma missão junto ao afilhado/a. Não deixar para falar somente no final da etapa da catequese, quando são escolhidos mais pela afetividade. É necessário destacar a necessidade de ser uma pessoa que testemunhe a fé cristã, que possa orientar e ajudar o afilhado/a na caminhada de fé. 


27 – A orientação sobre a coleta compete as coordenações paroquiais, que precisam avisar com antecedência, que as ofertas da celebração da Crisma, são destinadas à formação de futuros presbíteros. Aproveitar para ajudar os crismandos no discernimento vocacional. Importante provocar esta reflexão, mostrando o valor espiritual do gesto.


29- A orientação para a Renovação das Promessas do Batismo é que seja feita durante a etapa da Crisma II, sendo realizada através de uma celebração da Palavra ou da Eucaristia.  


31- A Celebração do Sacramento da Crisma é um Novo Pentecostes, que precisa ser bem preparada, com simplicidade e que toda liturgia favoreça a interiorização. Procurar ressaltar os símbolos essenciais dos sacramentos da Iniciação à Vida Cristã.


O assessor incentivou a leitura e o uso do Diretório, para orientação no desempenho da missão catequética. Lembrou que a catequese de Iniciação à Vida Cristã é a primeira catequese, a qual desafia para o engajamento em outros espaços catequéticos na Igreja. Expressou gratidão aos catequistas pelo desempenho de sua missão.


 


julia_tonet@yahoo.com.br e Equipe Arquidiocesana de Coordenação AB-C


 


Equipe Arquidiocesana de Catequese

Equipe Arquidiocesana de Catequese

A Equipe Arquidiocesana de Catequese é formada por leigos e religiosos que, além de coordenar os processos de catequese na Arquidiocese, se responsabilizam pela Página Catequética - artigo publicado mensalmente no Jornal Presença Arquidiocesana e replicado nesta seção.

Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 2º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2021 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.