Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
FORMAÇÕES
07.Mai - Jovens, cheias de graça!
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Jovens, cheias de graça!


As redes sociais, neste contexto de isolamento e, por que não dizer, clausura social, transmitem-nos informações e possíveis contatos com pessoas amigas, familiares e outras tantas, muitas vezes, desconhecidas até. Observando, despretensiosamente, a timeline contemporânea e as publicações diversas, é-nos permitido contemplar belezas singelas e profundas no que tange a alteridade humana e o construto de significações de amorosidade, espiritualidade e transformações socioculturais, político econômicas e eclesiais.


Há, no imaginário popular, coletivo, certa ligação entre as expressões “mãe”, “mulher” e o quinto mês anual, maio. Talvez, remeta à comemoração do dia dedicado às mães, celebrado no segundo domingo, a cada ano. Há uma proximidade, pode-se dizer, com relacionamentos afetivos, pois, maio é preferível, dentre as solenes datas, para a realização de enlaces matrimoniais; o chamado mês das noivas. Ademais, maio é, na religiosidade cristã, dedicado à devoção mariana. Maria, a jovem mulher, mãe de Jesus e da Igreja. É prudente, contudo, recordar a “primavera das mulheres”, historicamente grifada às ruas parisienses, em maio de 1968, como revolução social a marcar o papel feminino na sociedade mundial.


Mulheres, adolescentes e jovens, adultas e anciãs, compõem 51,8% da população brasileira, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (2012-2019) do IBGE. No Rio Grande do Sul, a saber, 51,3% da população é feminina, residente majoritariamente em centros urbanos, pois, somente 2,4% das mulheres habitam áreas rurais. Todavia, no tocante à representatividade ao mercado de trabalho, a majoritária população feminina não compõe índices superiores aos masculinos. Segundo dados estatísticos, a população economicamente ativa (PEA) feminina corresponde a 45,6% das trabalhadoras gaúchas e 44,6% na totalidade brasileira. As sul-rio-grandenses, ainda, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública (2020), estão em 4º lugar no ranking nacional de violência contra a mulher. Triste índice, infelizmente.


Cheias de graça, as mulheres, representam significativa presença, outrossim, nos círculos familiares, nos espaços religiosos, educacionais, hospitalares, entre outros. Há, dentre nossas memórias afetivas, a mulher, seja ela: mãe, irmã, amiga, namorada, educadora, catequista, enfermeira, etc.; não é verdade? Talvez, a mulher, seja você, estimada leitora. A escritura sagrada, por exemplo, resgata inúmeras mulheres na história salvífica do povo: Sara, Tamar, Raab, Rute, Ester e outras, presentes inclusive, na genealogia de Jesus (Mt 1,1-17). A jovem Maria, noiva de José, foi àquela que escutou a saudação angelical: “Alegra-te, cheia de graça: o Senhor está com você!” (Lc 1,28). Seu protagonismo transformou a história da humanidade. Memorada, em milhares de nomes, Maria é a Senhora Nossa, Mulher e Mãe, discípula e apóstola cristã.


Ao concluir, reporto-me às jovens e corajosas mulheres, dentre elas, algumas que são mães. Menciono, com respeito e admiração, Ana Paula, 26 anos, estudante, técnica de enfermagem e socorrista, mãe da Ana Clara; e Patrícia, educadora, analista de relacionamento comercial, 29 anos, mãe da Maria Clara. Mulheres brasileiras, gaúchas, jovens, mães, solteiras, trabalhadoras e, como Maria, “cheias de graça”, por diversos sinais e testemunhos à existência societária e seus contextos controversos. Ambas, Ana e Patrícia, protagonizam projetos de vida, laboram, são mães das “Claras” e, com auxílio de suas matriarcas, reconstroem caminhos, diuturnamente, salvaguardando a fé. Jovens, cheias de graça, são estas e outras, as mulheres de outrora, de agora e, no esperançar, do amanhã!



Padre Leandro de Mello

Padre Leandro de Mello

Pároco na paróquia São Francisco de Assis e Assessor da Pastoral da Juventude

Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 2º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2021 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.