Evangelista se alegra com celebração de Bodas de Diamante

Um dia especial, uma data maravilhosa, um casal diamantado: Gelsomino Santo Rachelle e Dorvalina Besson Rachelle. Realmente motivo para muita comemoração.

A história de amor que agora encanta a cidade de Evangelista começou há 60 anos, no dia 21 de setembro de 1955, na Igreja Matriz da Paróquia São Luiz Gonzaga de Casca, com a celebração do matrimônio. Os encantos daquele dia não se apagaram, continuam até hoje, para mostrar a todos o quanto é belo saber cultivar o amor.

No início, uma simples aproximação, talvez um sonho distante, um despretensioso namoro; depois, o noivado e o casamento. Um lugar encantado acolhia parentes, amigos e muitos convidados! Todos, alegremente, cobriam o casal com orações e com os mais sinceros votos de felicidade.

Certamente foram muitos momentos importantes, afinal 60 anos de convivência formam várias histórias que o tempo jamais apagará. Naturalmente, muitas foram as dificuldades, desde os primeiros anos de matrimônio, fase de adaptação e de experiência conjugal, mas o bom senso, os diálogos, a compreensão, a lealdade e sobretudo, a fé e a confiança em Deus fizeram ambos vencedores. A cada desafio, o amor se renovava e as sementes lançadas em família germinaram e cresceram.

Logo vieram as bodas de prata. 25 anos de bons exemplos, de algumas dificuldades compensadas sempre com amor e sinceridade. Depois, os 50 anos. As bodas de ouro e a oportunidade de renovarem, mais uma vez, os votos de amor imenso. Mas isso ainda era pouco, pois o casal enamorado continuava edificando vidas com seu testemunho sincero de amor e de fé, nesse universo tão carente de boas referências.

No último mês, na Igreja Matiz Santo Antônio, em Evangelista, seus 7 filhos, genros, noras, 9 netos, bisneto, familiares, amigos e comunidade, se uniram para agradecer e celebrar os 60 anos de casados de Gelsomino e Dorvalina. O momento foi para desejar toda a felicidade ao casal pela vivência desse momento sem igual, não só de prata ou de ouro, mas também de diamante.

Poucos na vida têm hoje a oportunidade de comemorar, com alegria e saúde, 60 anos de matrimônio. Por isso, em uníssono, agradecemos ao nosso Deus essa tão grande benção.

Essas bodas de diamantes demonstram a todos o quanto valeu a pena a serenidade, a firmeza e a determinação com que esses dois baluartes do amor sincero enfrentaram as dificuldades da vida. Hoje, podemos perceber no brilho do olhar de ambos o sentimento de felicidade pela sabedoria de terem preservado tão grande amor. Para nós, fica o exemplo, pois nenhum outro acontecimento, envolvendo duas vidas humanas é tão significativo como esse.

Ao casal diamantado Gelsomino e Dorvalina, só nos resta dizer: Parabéns! Desejando que a paz que emana de seus corações, contagie as demais gerações, a fim de que elas possam seguir esse belo exemplo de união que eles nos deixam como legado indispensável à prática do amor na vida a dois.

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br
Colaboração: Cristiane Bottezini Provensi

Categoria: