“Ele não está aqui”: Arquidiocese celebra a ressurreição de Cristo

“Por que estais procurando entre os mortos aquele que está vivo? Ele não está aqui. Ressuscitou!”. O trecho, retirado do Evangelho de Lucas, lido durante a celebração da Vigília Pascal, realizada, na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, na noite de sábado, 20, resume o real significado da Páscoa celebrada neste final de semana: a angústia, a dor e a morte cedem espaço para a alegria da vida nova que chega a partir da ressurreição de Cristo.

Fogo e Água
A celebração do Sábado de Aleluia, bastante significativa para a Igreja, se constrói a partir de uma liturgia que narra a Páscoa desde o Antigo Testamento e apresenta, pouco a pouco, a ação de Deus em favor dos homens. Além das leituras, salmos e evangelhos, a liturgia apresenta, ainda, a bênção do fogo – que acende o Círio Pascal, dando início a um novo ano litúrgico e representa, também, a luz do Cristo ressuscitado – e celebra a liturgia batismal – onde a comunidade tem a oportunidade de renovar as promessas do batismo a partir da bênção da água.

Páscoa: transformação
Todos os momentos vivenciados buscam mostrar a transformação trazida por Jesus. “Esta é a noite do Aleluia, da alegria e da vida nova. Cristo continua sendo a boa notícia, nossa razão de viver e de fazer novas todas as coisas”, iniciou o arcebispo de Passo Fundo, dom Rodolfo Luís Weber, que, ressaltou, também, a responsabilidade dos cristãos diante de Cristo. “Há uma longa caminhada na história da salvação e, hoje, nós estamos envolvidos no ato salvador do Senhor. Jesus, na sua época, levou os discípulos até o sepulcro vazio e, desde então, nos faz experimentar o seu poder sobre a morte. Esse é o caminho que o Senhor nos faz caminhar”, enfatizou.

O arcebispo concluiu sua fala destacando a missão de cada um que se envolve na causa de Cristo. “Recebemos a vida nova por Jesus. Os caminhos do Senhor são caminhos de vida. Ele passou pelo mundo somente fazendo o bem. Quando aderimos a Cristo, experimentamos aqui e agora a grande novidade; reafirmamos a adesão ao Senhor. Temos, Nele, a grande coluna luminosa que caminha a nossa frente e nos guia no mundo, nos caminhos onde precisamos passar e contagiar as pessoas com a luz de Cristo. Que tenhamos a disposição de caminhar neste mundo sabendo que o Ressuscitado está entre nós”, concluiu.

Sammara Garbelotto
Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br
 

Categoria: