Escolhido para vivenciar o amor: Saulo Tonini é ordenado diácono

A Arquidiocese de Passo Fundo foi convidada a olhar, na última sexta-feira, 08, para a vivência do amor, da vocação e do cuidado. Saulo Tonini, natural da comunidade de União da Serra, foi ordenado diácono, na paróquia São Cristóvão, em Passo Fundo, e, através do seu lema – “O Deus que me enviou, me quis, me consagrou para anunciar o seu amor” –, quer mostrar o seu desejo de colocar, em seu dia-a-dia e na rotina das comunidades, a prática do amor divino.

Desejo de alcançar Deus
O jovem, que é o segundo a ser ordenado diácono neste ano, ao lado de Érico Martins, que vivenciou sua ordenação na primeira sexta-feira de dezembro, viu a vocação surgir em meio às dificuldades e sofrimentos da vida. Pouco a pouco, essas situações foram se transformando em momentos intensos de oração e amor a Jesus. Convidado para seguir o caminho sacerdotal pelo padre Osmar Burille, pároco em União da Serra, Saulo deu mais um passo importante em sua vocação e vivencia, agora, o diaconato -  primeiro grau do sacramento da Ordem.

Com a presença de sacerdotes, seminaristas e das comunidades onde o diácono atuou durante o processo de formação, a celebração foi presidida por dom Rodolfo Luís Weber, arcebispo de Passo Fundo, em sua fala, o amor de Deus pelo homem. “Deus não desiste tão fácil de nós. Ele ama todas as criaturas e sempre acha uma maneira nova de as trazer de volta para Ele. A criatura abandona Deus, mas Deus não nos abandona porque sabe que temos a marca da fraqueza e quer cuidar dos seus”, iniciou. “O Senhor te consagrou e enviou, como diz o seu lema. Você foi escolhido e tem a possibilidade de escolher e disse sim para o projeto de Deus. Um ‘sim’ que foi amadurecendo com o tempo para que pudesse ser livre, pois somente é livre quem sabe o que está assumindo, quem se preparou para a missão, quem sabe das alegrias e riscos que tem. Um ‘sim’ somente é perfeito quando é dito com liberdade. Você foi escolhido para a missão de trazer o Cristo para o nosso tempo”, ressaltou o arcebispo.

Entrega ao projeto divino
Durante o rito de ordenação, Saulo recebeu a túnica, a estola e o Livro dos Evangelhos – símbolos e instrumentos importantes em sua caminhada vocacional. Ainda, se colocou diante do arcebispo e reafirmou o propósito de vivenciar a missão. Como sinal de entrega e disposição à Igreja, o novo diácono prostrou-se diante das orações da comunidade. Em sua fala, destacou o serviço como um importante passo em sua vida. “Deus nos faz um convite, porque já nos conhece. Parte de nós a decisão de aderir ao seu projeto de salvação. E aderir ao projeto de Deus é fazer aquilo que Pedro fez quando obedeceu o pedido de Jesus – ‘apascenta as minhas ovelhas’. Pedro compreendeu que amar o Senhor é amar o próximo e cuidar para que não se perca”, iniciou o jovem que agradeceu ao arcebispo, ao clero, aos formadores e companheiros de Seminário, à comunidade e a sua família pelo apoio em toda a sua formação.

Saulo, que sempre se apoiou em sua proximidade com Deus, continuou sua fala destacando o compromisso com sua vocação. “Me sinto imensamente feliz por poder fazer a vontade de Deus em minha vida. Sei e tenho consciência do compromisso assumido. Peço orações a todos para que eu possa vivenciar o lema que escolhi e anunciar o amor“, conclui.

O jovem vai atuar na paróquia Nossa Senhora da Glória, em Carazinho.

Sammara Garbelotto
Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br

Categoria: