Arquidiocese vive a Campanha das Migrações

Realizada pela Igreja do Brasil, a 32ª Semana do Migrante, que tem como tema "Migração, biomas e bem viver" acontece, no país, entre os dias 18 e 25 de junho. Na Arquidiocese de Passo Fundo, no entanto, as atividades - que iniciaram ainda no dia 3 deste mês - foram ampliadas, receberam o nome de Campanha das Migrações e seguem até o dia 2 de julho. O objetivo das ações é o de anunciar, denunciar, refletir e construir uma nova relação do ser humano com a Mãe Terra.

Em consonância com a CF 2017
Inspirada pelo lema da Campanha da Fraternidade deste ano, propõe uma perspectiva de mudança de mentalidade e comportamento. “Queremos celebrar a vida que teimosamente não se deixa matar e nem aceita ser destruída por nenhuma força que se proclama dona de sua existência, porque acredita que o Deus Criador já venceu e já declarou sua vitória sobre a morte, o pecado e o mal”, comenta o bispo referencial da Pastoral dos Refugiados, dom José Luiz Ferreira Salles

Programação
A 32ª Semana do Migrante é articulada pelo Serviço Pastoral do Migrante (SPM), vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), sempre fazendo uma relação com as campanhas da fraternidade em curso. Na Arquidiocese, a Campanha foi construída pela Pastoral das Migrações através de uma equipe organizadora, coordenada pela Irmã Norma Kleinubing. As atividades iniciaram no dia 3 de junho com o curso semanal "Integrando Culturas" que busca oferecer aos estrangeiros aulas de língua e cultura brasileira. 

A programação seguiu neste domingo, 25, com a Celebração Eucarística na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida. Celebrada pelo padre Ari dos Reis, a missa contou com a participação de diferentes nacionalidades e culturas que, através de cada rito, apresentou à comunidade um pouco da sua forma de viver a crença. 

Na próxima quarta-feira, 28, acontece a conferência e debate sobre a Conjuntura Migratória do Brasil e de Passo Fundo, ministrada pelo professor João Carlos Tedesco e equipe. Também, na data será realizada a Mesa das Migrações. A atividade acontece no salão da Catedral, às 18h.

Por fim, no próximo domingo, 2, das 14h30 às 17h30, no salão do Itepa/Ifibe, haverá um ato inter-religioso que segue o tema e lema da Campanha - Migração, Biomas e Bem Viver: Uma oportunidade para imaginar outros mundos - e será presidido pelo padre Ivanir Rampon - representando a comunidade católica -, Imã Radwa M. Jehane - comunidade islâmica -, Pastor Adélcio Kronbauer - comunidade luterana IECLB -, Pastor Rudimar dos Santos - comunidade batista - e pelo Baba Akinelé - tradição afro-brasileira. Ao final, irá ocorrer a apresentação de pratos típicos de diversos países

Em Sarandi
Além da programação em Passo Fundo, promovida a nível arquidiocesano, diferentes paróquias e cidades realizam, também, atividades voltadas para o tema das migrações. Em Sarandi, por exemplo, a paróquia Nossa Senhora de Lourdes acolheu, no dia 18, a celebração que abordou a temática dos migrantes e ressaltou a importância de acolher e integrar as diferentes culturas que acompanham os que migram. A programação seguiu nas comunidades pertencentes à paróquia. 

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br

Categoria: