Mulheres quilombolas participam de oficinas de artesanato

Na última quarta-feira, 29 de março, a Cáritas Arquidiocesana  realizou, junto às comunidades da Mormaça e da Arvinha, oficinas de artesanato voltadas para a temática da Páscoa: com o objetivo de trabalhar o cuidado com o meio ambiente, cestas fora confeccionadas com a reutilização de garrafas pet.

O quilombo da Arvinha reuniu, ao todo, 15 participantes que, com alegria, desenvolveram os trabalhos propostos pela monitora Maria Isabel Teixeira. Para a remanescente do quilombo, Rafaela Martins da Rocha, a oficina foi importante para o aprendizado de novas técnicas. “Achei muito bom, aprendi coisas novas e vou produzir em casa para a família”.

Já  na comunidade da Mormaça, 10 participantes aguardavam ansiosas as propostas da monitora Eliane Horn que acredita que partilhar o conhecimento com as mulheres é sempre motivo de muita felicidade. “Percebo o quanto elas gostam do que ensino e se dedicam a produzir com qualidade”, ressaltou.

As oficinas de artesanato que estão sendo desenvolvidas nas comunidades quilombolas fazem parte de uma série de atividades que serão executadas em 2017. Trata-se de uma iniciativa da Cáritas, com o apoio da Adveniat, junto às famílias remanescentes, no intuito de articular maior participação da população negra nos espaços comunitários fomentando a Pastoral Afro, na luta pelos seus direitos e no resgate da cultura.

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br
Fonte: Cáritas Arquidiocesana

Categoria: