Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
Notícias da Igreja
 
24.Abr - Regional Sul 3 da CNBB elege nova Presidência para próximo quadriênio
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

Temos a alegria de acolher a Nova Presidência do Regional Sul 3 para o próximo quadriênio (2015-2018).



Dom Jaime Spengler, Arcebispo da Arquidiocese de Porto Alegre – Eleito Presidente do Regional Sul 3.



Dom Frei José Gislon, Bispo da Diocese de Erexim – Eleito vice-presidente do Regional Sul 3.



Dom Remídio José Bohn, Bispo da Diocese de Cachoeira do Sul – Reeleito Secretário do Regional Sul 3.



Dom Jaime Spengler



Dom Jaime Spengler é filho de Genésio Bernardo (falecido em 31.05.2014) e Léa Maria Spengler. Nasceu no dia 6 de setembro de 1960 na cidade de Gaspar no Estado de Santa Catarina. Tem duas irmãs e um irmão; é o primeiro dos quatro filhos do casal. Aos quatorze anos começou a trabalhar na empresa “Linhas Círculo”, onde trabalhou por cinco anos. Mais tarde, decidiu ingressar na vida religiosa franciscana.



Após dois anos de estudos no Seminário Frei Galvão, em Guaratinguetá (SP), ingressou na Ordem dos Frades Menores no dia 20 de janeiro de 1982, pela admissão no Noviciado na cidade de Rodeio(SC). Em 8 de dezembro de 1985, fez seus votos solenes na Ordem dos Frades Menores. Nos anos de 1983 a 1985 cursou Filosofia no Instituto Filosófico São Boaventura, de Campo Largo(PR). Posteriormente iniciou o curso de Teologia, no Instituto Teológico Franciscano de Petrópolis(RJ), concluindo-o no Instituto Teológico de Jerusalém em Israel, em 1990. Recebeu a Ordenação Diaconal no dia 29 de junho de 1989, na cidade de Nazaré, em Israel. Regressando ao Brasil, foi ordenado sacerdote em 17 de novembro de 1990, em Gaspar.



Em 1990 trabalhou no Noviciado Franciscano, em Rodeio. De 1991 a 1995 foi mestre de Postulantes e Professor no Seminário Frei Galvão, na cidade de Guaratinguetá(SP). Em Roma, fez o doutorado em Filosofia na Pontifícia Universidade Antonianum, nos anos 1995 a 2000.



Serviços prestados



De 2000 a 2003 foi Vice-Reitor e Professor no Instituto Filosófico São Boaventura, na cidade de Campo Largo(PR). Foi assistente eclesiástico da Federação Brasileira das Irmãs Concepcionistas, nos anos de 2001 e 2002. De 2004 a 2006 foi Guardião da fraternidade franciscana Bom Jesus dos Perdões e Vigário Paroquial da Paróquia do mesmo nome, em Curitiba.



De 2007 a 2010, exerceu o serviço de Guardião da fraternidade Bom Jesus da Aldeia, e vice-presidente da Associação Franciscana de Ensino Bom Jesus, em Campo Largo(PR).



Em 2010, foi novamente Guardião da fraternidade franciscana Bom Jesus dos Perdões e Pároco da Paróquia do mesmo nome, em Curitiba, além de continuar como Vice-Presidente da Associação Franciscana de Ensino Bom Jesus de Campo Largo e atuar como professor no Curso de Filosofia do Centro Universitário Franciscano do Paraná.



Aos 10 de novembro de 2010, Dom Jaime foi nomeado Bispo-Auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre, pelo Papa Bento XVI. A ordenação episcopal, presidida por Dom Lorenzo Baldisseri, Núncio Apostólico no Brasil, aconteceu no dia 5 de fevereiro de 2011, na Paróquia São Pedro Apóstolo, na cidade de Gaspar.



Nomeado Vigário episcopal do Vicariato de Gravataí(RS), foi apresentado ao mesmo durante celebração eucarística na Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Anjos (Matriz de Gravataí), no dia 13 de março de 2011.



Durante a 49ª Assembleia Anual do Episcopado Brasileiro em Aparecida, em maio de 2013, foi escolhido pelos bispos do Rio Grande do Sul para ser o Bispo Referencial da Pastoral da Educação e Cultura, no Regional Sul-3 da CNBB.



Em 25 de junho de 2011 foi escolhido para integrar a Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, sendo o Bispo Referencial para a Vida Consagrada no Brasil.



No dia 15 de agosto de 2012, foi nomeado pelo Arcebispo Dom Dadeus Grings como Procurador e Ecônomo da Arquidiocese de Porto Alegre.



Em 18 de setembro de 2013 o papa Francisco ao receber o pedido de renúncia de Dom Dadeus Grings concomitantemente nomeou Dom Jaime Spengler com o sétimo arcebispo da Arquidiocese de Porto Alegre.



No dia 29 de junho recebeu do papa Francisco o Pálio Arquiepiscopal na cerimônia de São Pedro e São Paulo, ligando-o assim a Igreja de Roma ao território da Arquidiocese, que supõe a Arquidiocese de Porto Alegre e suas dioceses sufragâneas: Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Montenegro e Osório.



Também eleito Presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e Vida Religiosa Consagrada na CNBB Nacional nesta última Assembleia Geral, que ainda acontece em Aparecida (SP).



Dom Frei José Gislon



Nasceu aos 23 de fevereiro de 1957, no município de Dona Emma-SC. É o terceiro dos nove filhos de Vicente Gislon e Jurema Gislon. Ingressou no Seminário Santa Maria, dos Freis Capuchinhos, em Engenheiro Gutierrez, Irati-PR em 1978, onde cursou o 2º grau e o postulantado. Ingressou no noviciado em 24 de janeiro de 1981, no Convento Nossa Senhora das Mercês, e emitiu os primeiros votos no dia 24 de janeiro de 1982. Frequentou o curso de filosofia em 1982 e 1983, no Instituto de Filosofia do IPAS, em Ponta Grossa-PR. Cursou o 1º Ano de teologia em 1984, no Instituto de Teologia do IPAS, em Ponta Grossa-PR. Concluiu a teologia no Instituto Teológico Paulo VI, em Londrina-PR. Emitiu os votos perpétuos em 17 de outubro de 1986, em Irati-PR. Foi ordenado diácono em 24 de novembro de 1987, em Ponta Grossa. Foi ordenado sacerdote em 28 de maio de 1988, em Uraí-PR. É mestre em História da Igreja pela Universidade Gregoriana de Roma.



Serviços prestados



Diretor do Seminário Nossa Senhora da Assunção, coordenador da PV regional, Vigário Paroquial, Uraí-PR; Guardião, ecônomo e mestre de aspirantes, no Convento Santo Antônio, em Almirante Tamandaré-PR; professor de História da Igreja no Studium Teológico de Curitiba-PR e no CINTEC – Centro Interdiocesano de Teologia de Cascavel-PR; Definidor Provincial, Ecônomo Provincial e local, secretário de economia, administração e serviço fraterno; Guardião e Ecônomo da Fraternidade Nossa Senhora das Mercês em Curitiba-PR; Ministro Provincial da Província São Lourenço de Brindes, do Paraná, Santa Catarina e Paraguai; Definidor Geral da Ordem; como Definidor Geral foi presidente da Comissão Internacional de Solidariedade Econômica da Ordem.Nomeado Bispo da Diocese de Erexim-RS, pelo Santo Padre o Papa Bento XVI, no dia 6 de junho de 2012.Ordenação Episcopal, dia 3 de agosto de 2012, na Igreja Nossa Senhora das Mercês em Curitiba-PR.Posse da Diocese de Erexim, dia 19 de agosto de 2012, na Catedral São José, em Erechim-RS.



Dom Remídio José Bohn



Nomeado Bispo de Cachoeira do Sul, em 28 de dezembro de 2011 Tomou posse no dia 26 de fevereiro de 2012.



Nasceu no município de Feliz no dia 21 de maio de 1950,e fez seus estudos primários na escola paroquial no distrito de São Roque, em Feliz; o curso ginasial e colegial no Seminário São José, em Gravataí. Cursou filosofia no Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição em Viamão e os estudos de teologia, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Foi ordenado sacerdote em Feliz, no dia 29 de novembro de 1975.



Serviços prestados



De 1976 a 1977, foi assistente dos seminaristas no Seminário São João Maria Vianney, em Bom Princípio; de 1978 a 1980, foi professor no Seminário Menor São José, em Gravataí; em 1980 e 1981 foi Pároco na paróquia São Pedro de Poço das Antas; de 1982 a 1986, assistente dos seminaristas e depois reitor no Seminário Menor São João Maria Vianney, em Bom Princípio; de 1986 a 1992, diretor espiritual e assistente dos seminaristas no Seminário Maior de Viamão; de 1987 a 1988; pároco da Paróquia Santo Antônio, em Canoas; de 1993 a 1995; pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Porto Alegre; de 1996 a 2006, pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário em Porto Alegre. Foi coordenador de pastoral do Vicariato de Porto Alegre, de 2002 a 2004; atuou também como Penitenciário da Arquidiocese, assistente espiritual dos Diáconos Permanentes, diretor da Sociedade Fraterno Auxílio e representante dos presbíteros. Em 1988, participou em Medellín, na Colômbia, do curso de especialização em Teologia Pastoral no ITEPAL, organizado pelo CELAM



Foi nomeado Bispo Auxiliar de Porto Alegre, aos 18 de janeiro de 2006, pelo Papa Bento XVI, com o título de “UCHI MAIUS” (Cidade de origem numida, 120 km da Tunísia). Foi ordenado bispo na Catedral Metropolitana de Porto Alegre, aos 17 de março de 2006. Desde 18 de janeiro de 2006, atuou como vigário episcopal do Vicariato de Porto Alegre, até 2010.



No dia 20 de abril de 2011 foi empossado por Dom Dadeus Grings como vigário episcopal do Vicariato de Guaíba, na sede do vicariato, a Paróquia Nossa Senhora do Livramento. Uma das missões de Dom Remídio foi preparar aquela porção da Arquidiocese de Porto Alegre para no futuro ser uma nova diocese.



Durante a 49ª Assembleia dos Bispos do Brasil em Aparecida do Norte, no dia 10 de maio de 2011, foi eleito secretário do Regional Sul-3 da CNBB.



No dia 28 de dezembro de 2011 o Papa Bento XVI o nomeou bispo da Diocese de Cachoeira do Sul.



No dia 26 de fevereiro de 2012 toma posse, na Catedral Diocesana, em Cerimônia presidida pelo Arcebispo Dom Hélio Adelar Rubert.



Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo

imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br

Fonte: Judinei Vanzeto | CNBB Sul 3



Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 2º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2019 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.