Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
Notícias da Igreja
 
Relacionadas
 
25.Jul - O mundo desembarca em Copacabana
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
O mundo desembarca em Copacabana

Os jovens do mundo inteiro começaram a chegar à Praia de Copacabana no início da manhã da terça-feira, 23, para a Missa de abertura da Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio2013). Eles surgiam em grupos e já garantiam o seu lugar nas areias. Um mar de bandeiras de diversos países e movimentos pôde ser visto desde o início da celebração.



Com a bandeira do Brasil nas mãos e vestida com a roupa que identificava seu estado, a jovem Janaína Léia, 16, de Manicoré (AM), esperou com muita alegria o início da Santa Missa, com o pai, José Augusto, e seu grupo amazonense com 92 pessoas.



Janaína contou que o grupo fez várias promoções para conseguir o dinheiro para ir ao Rio e, após uma semana de viagem em diversos tipos de transporte, como lancha, barco e avião, eles conseguiram chegar ao Rio na noite deste domingo, 21. Janaína destacou que foi muito gratificante ver a beleza da Igreja Católica, reunida em peso na Praia de Copacabana. “Ela reúne todo o universo de fato. É muito bom presenciar esse amor de Deus”, afirmou.



Para o pai dela, é emocionante participar da JMJ Rio2013 em família. “É uma emoção grandiosa poder encontrar Cristo de braços abertos. Estamos no coração de Cristo, que ama todos os jovens e espera todos em seu coração. É a segunda Jornada de que participo. Estive em Madri e foi uma emoção grandiosa poder contemplar o rosto da Igreja Católica nos jovens, uma Igreja renovada”, contou.



Área especial para pessoas com deficiência



Neste primeiro Ato Central da JMJ Rio2013, foi utilizada pela primeira vez a área especial para as pessoas com algum tipo de deficiência, seja auditiva, visual ou física, e para os idosos. Em um telão na área especial, os jovens com deficiência auditiva puderam acompanhar todos os momentos da abertura oficial da Jornada por meio da tradução para a linguagem de sinais.



A jovem Luiza Teixeira, que é deficiente auditiva, disse ter ficado feliz por ela e os seus amigos também poderem participar e cantar em libras as músicas. “Está sendo muito especial estar sendo acolhida pela acessibilidade aqui na Jornada”, afirmou.



Assim que chegaram à Praia de Copacabana, os jovens brasileiros com deficiência auditiva que estavam presentes fizeram uma brincadeira para se conhecerem. Reunidos em círculo, eles memorizaram o nome e o sinal correspondente a ele para a identificação de cada um, que, geralmente, é estipulado de acordo com uma característica marcante que observam no outro. “Conhecemos pessoas aqui de vários estados diferentes. É a união dentro da comunidade de deficientes auditivos”, evidenciou.



A jovem pernambucana Elisa de Araújo, que é deficiente física, ressaltou que a área foi muito importante para o livre acesso dos cadeirantes porque seria difícil eles chegarem às areias da praia. “Se não fosse essa área aqui a gente não teria como estar participando porque ficaríamos na orla, que é muito longe. Não teríamos nenhum acesso porque na areia não tinha como chegar de cadeira de rodas, de muletas ou com qualquer outra deficiência. Com este espaço, a gente tem o livre acesso. Consegue dançar e ver os atos, e tem banheiro de acesso, tem voluntário, tem tudo”, explicou.



Aberta a JMJ Rio2013



Em sua homilia, Dom Orani declarou aberta a JMJ Rio2013. “Estamos iniciando a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Uma alegria nos invade! Vocês estão aqui! Vocês fazem parte desta grande família de Cristo!”, destacou.



Dom Orani ressaltou que os jovens são a esperança da sociedade de hoje, marcada por barreiras e injustiças. “Vocês são o presente esperançoso de uma sociedade que espera novos valores. Jovens, não tenham medo de abrir seus corações para Cristo. Andem por essa cidade, testemunhem Jesus, comprometam-se com o mundo todo. O entusiasmo juvenil demostra o rosto cristão. Somos chamados a ser protagonistas do mundo novo. O mundo necessita de jovens como vocês”, afirmou.



O arcebispo também lembrou toda a preparação realizada ao longo de dois anos para fazer com que o sonho de realizar a Jornada no Rio se tornasse realidade. “Nesta semana, o Rio se tornou o centro da Igreja viva e jovem. Todos os caminhos para cá nos conduzem. Nossa Arquidiocese e esta cidade sentiu-se chamada por Deus para acolher vocês. Aqui chegamos depois de quase dois anos de peregrinação dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude”, disse.



Também estiveram presentes na cerimônia cardeais, bispos e padres do mundo inteiro e os sete bispos auxiliares da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Um coral de jovens formado por 100 vozes interpretou as músicas da Celebração Eucarística.



FONTE: rio2013.com



Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 2º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2020 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.