Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
Arquidiocese
 
10.Abr - Quinta-feira Santa: doação, entrega e exemplo
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Quinta-feira Santa: doação, entrega e exemplo

Marcada pela doação de Cristo – que se dá, através do vinho e do pão – aos seus discípulos, a Quinta-Feira Santa é, também, o dia que recorda a doação, entrega e exemplo. Na Santa Ceia, Jesus institui a Santa Eucaristia e o sacerdócio; no Lava Pés, mostra, àqueles que o seguiam, como deveriam conduzir o seu projeto. Na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, a celebração - presidida por dom Rodolfo Luis Weber, concelebrada pelo pároco padre Ari Reis e transmitida pelas redes sociais - refletiu o grande momento da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo e ressaltou a transformação pela qual o mundo passou através do exemplo de Jesus Cristo.

 

Transmitir o que Jesus deixou
Durante a sua homilia, Dom Rodolfo destacou a importância de os cristãos se responsabilizarem pela evangelização. "Nossa missão, enquanto Igreja, é transmitir não o que achamos, mas o que Jesus nos deixou. E isso exige um esforço muito grande em sermos fiéis à Palavra", iniciou o arcebispo. "Jesus não veio ao mundo para fazer simplesmente um passeio. Onde passou, provocou e deu início a uma transformação que é permanente. Veio para abraçar o mundo com suas dores. Veio para que o mundo tivesse, com Ele, uma passagem: para que o mundo vivesse uma transformação e passasse de uma situação para outra melhor."

 

Exemplo
O rito do Lava-Pés, neste ano, foi omitido da celebração em prevenção à pandemia do Coronavírus. Assim, Dom Rodolfo se responsabilizou pela explicação do momento que é, para ele, um modo pedagógicos de Cristo ensinar. “Cristo é o mestre que se abaixa e lava os pés dos seus. E isso é algo totalmente surpreendente. Temos, nesta cena, a doação de Deus em nosso favor. O mestre quer purificar os seus discípulos para que eles possam participar do seu banquete", inicia. "Quem esperava um deus com truques de mágica, ficou surpreendido com alguém que se ajoelha. Deus não age por mágica. Não porque não pode. Mas porque o seu modo de agir é diferente", complementa.

 

Ainda sobre o Lava-Pés, Dom Rodolfo destacou que o gesto é aplicado a nossa vida rotineiramente. "No nosso dia-a-dia somos contaminados e poluídos de muitas formas. São muitas informações, muitas facilidades e muitas possibilidades no mundo. Se não pretarmos atenção ficamos encardidos, sem perceber a sujeira que se acumula em nós. Também nós, hoje, precisamos ser purificados - como os discípulos. Somos purificados pela Palavra de Deus. É preciso estar atento a essa Palavra que, pouco a pouco, vai nos purificando", colocou.

 

Encerrando sua fala, Dom Rodolfo destacou, mais uma vez, a grande transformação proposta por Jesus Cristo. "Que possamos nos deixar envolver nesse movimento que Deus iniciou. Nessa alegria da passagem, que possamos perceber na Páscoa a oportunidade de passar para algo melhor, mais profundo e que nos leva ao encontro definitivo com o Senhor", concluiu. 

 

Programação
Nessa sexta-feira, 10, a Liturgia da Paixão e Morte acontece às 15h. No sábado, dia 11, às 19h, será celebrada a Vigília Pascal com a bênção do fogo e da água. Ainda sem a presença do povo, as celebrações da Semana Santa vão ser transmitidas nas redes sociais das paróquias. As celebrações na Catedral, presididas pelo arcebispo, serão transmitidas pela página da Arquidiocese no Facebook e, também, pela Rádio Planalto. 

 

Sammara Garbelotto
Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br


Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 2º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2020 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.