Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
Arquidiocese
 
10.Ago - Mês Vocacional: Família é vocação
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Mês Vocacional: Família é vocação

Integrando o Mês Vocacional, o segundo domingo de agosto, onde também se celebra o Dia dos Pais, dá início à Semana da Família. Temos como exemplo maior a Sagrada Família, que na sua humildade criou o Cristo, preparando-O para seguir os desígnios de Deus.


Na Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amoris Laetitia, o Santo Padre Francisco diz que “A Alegria do Amor que se vive nas famílias é também o júbilo da Igreja. Apesar dos numerosos sinais de crise no matrimônio – como foi observado pelos Padres sinodais – o desejo de família permanece vivo, especialmente entre os jovens, e isto incentiva a Igreja. Como resposta a este anseio, o anúncio cristão sobre a família é verdadeiramente uma boa notícia”.

 

Exemplo que vem de casa
Um exemplo de matrimônio e vivência da vocação em família é a do casal Emerson Ferrão e Agnes Schneider Ferrão. Pertencentes à comunidade da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, o casal busca passar para seus três filhos, Beatriz Schneider Ferrão, Amanda Schneider Ferrão e Germano Schndeider Ferrão a importância da vivência cristã. “Nossa história na igreja começa quando éramos crianças. Tanto na família da Agnes como na minha família, fomos criados a estar presentes na Igreja. Desde criança tivemos o valor religioso. Fizemos catequese, CLJ, Cursilho de Jovens. Nossos pais eram do ECC e nossos avós sempre tiveram bastante fé”, conta Emerson.

 

Agnes explica que entendem a vocação familiar como um chamado de Deus. “Para nós a vocação familiar é o chamado de Deus para a gente viver o projeto d’Ele, a proposta de vida d’Ele a partir da nossa família. É viver o Evangelho dentro das nossas quatro paredes, para daí então irmos para o mundo, nas diferentes relações que a gente tem com as pessoas fora de casa. Mas em primeiro lugar tem que começar pela nossa família”.

 

Fé e amor: família do Céu aqui na Terra
Hoje o casal integra o Movimento de Casais Jovens – MCJ – onde também percebem a vivência cristã por meio da participação da vida da Igreja. “A gente participa há sete anos do MCJ, e é um movimento que não é só para o casal, ele é para a família toda, e é uma das formas da gente viver essa vocação como família, participando e envolvendo os filhos. Isso a gente já viu frutos, a partir da participação das nossas filhas na catequese, que sempre foi algo visto de maneira muito positiva por elas. A nossa filha mais velha já faz parte do CLJ, e é algo que a gente observa que é feito com amor, com fé, com vontade. Eles se habituam, cultivam esses valores de uma forma tal que eles sentem necessidade de viver isso, de participar”, destaca Agnes.

 

Para os que pensam que a vida em matrimônio é tranquila, o casal conta que nem sempre é assim, mas é preciso viver com a vontade de fazer dar certo. “Nos dedicamos para isso. A gente mudou um monte, foi amadurecendo ao longo do tempo, é um processo contínuo. A gente se respeita, é parceiro, um é confidente do outro, temos uma amizade também e muita confiança. A participação no movimento fortaleceu a nossa fé como casal. Cada um tinha a sua fé, mas a partir do momento que começamos essa caminhada juntos, nos sentimos mais fortalecido na fé como casal, como família, no matrimônio mesmo. E a gente entendeu também que é preciso se respeitar nas diferenças, e que isso é uma coisa fácil de falar, mas bem difícil de viver na prática. Uma vivência onde a gente se dedica, tem tribulação, tem dificuldade, tem diferenças, mas muita dedicação e muito esforço em querer fazer dar certo por acreditar no projeto de Deus da família, na criação da família. Então, é por isso que a gente se dedica muito em querer acertar sempre o nosso casamento. E podemos dizer que somos felizes”, completa Emerson.


O casal finaliza contando um lema que levam para a vida, que é “ser família do Céu aqui na Terra”. Com isso, acreditam que conseguem construir uma pequena comunidade e Igreja dentro de sua própria casa, e, a partir disso, conseguem dar testemunho para outras pessoas.

Bruna de Mattos | PASCOM Arquidiocesana
Jornal Preseça Arquidiocesana
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br


Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 2º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2019 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.