Arquidiocese de Passo Fundo
 
 
Arquidiocese
 
14.Ago - Arquidiocese acolhe novo padre
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Arquidiocese acolhe novo padre

Motivada pelo trecho do Evangelho e lema vocacional - “Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça”- a comunidade de Ciríaco e da Arquidiocese de Passo Fundo vivenciou, na última sexta-feira, 9, a ordenação presbiteral de Elizeu Lisbôa Moreira e acolheu o novo padre que seguirá atuando na paróquia São Judas Tadeu, em Passo Fundo. Elizeu foi ordenado padre em uma celebração que envolveu, além da comunidade, seus familiares e o clero em uma reflexão sobre a importância do serviço e da entrega ao projeto de Deus.

 

Em busca da transformação
A celebração foi presidida pelo arcebispo de Passo Fundo, dom Rodolfo Luís Weber, e acompanhada pelos padres da Arquidiocese. Durante a sua homilia, dom Rodolfo destacou a importância de o cristão transformar o ambiente em que está inserido. “A Igreja tem função de ser fermento, sal e luz no mundo. Sua missão, portanto, repercute nesse mundo. O padre, enquanto mensageiro da Igreja, tem a missão de tornar o mundo mais belo”, iniciou. “O padre fala das maravilhas do Evangelho e isso é um sinal do amor de Deus com o seu povo”, complementou o arcebispo. Ele acrescentou, ainda, que a gratidão deve sempre estar presente na vida do novo presbítero e, junto com ela, a certeza do amor de Deus. “A primeira marca do amor é sair de si e ir ao encontro do outro. Deus acha meios para cuidar de suas criaturas. E é nesse contexto que compreendemos o ministério ordenado”, continuou. “A Boa Notícia de Jesus não é apenas para ser ouvida, não é apenas um discurso. É uma mudança significativa de vida. A presença de Jesus transformava palavras em fatos. A Boa Notícia muda e o mundo tem necessidade dessa mudança”, concluiu.

 

À serviço do povo
Além das palavras de dom Rodolfo, Elizeu, que é natural de Ciríaco e viu a vocação nascer em meio ao contato com a Bíblia e ao saber das histórias dos padres que viajavam longas distâncias para encontrar as comunidades, vivenciou, durante o rito de ordenação, a experiência da doação, do serviço e do comprometimento. O novo padre foi ungido pelo arcebispo, professou seus compromissos e foi revestido pela túnica e estola sacerdotal. Ainda, os padres presentes na celebração também receberam com alegria o novo irmão, abençoando-o pela imposição das mãos e acolhendo-o com um fraterno abraço. Em sua fala, o novo padre destacou a importância de rezar pelas vocações e de agradecer pela ação de Deus. "Este dia nos motiva a rezar pelas vocações e a dizer obrigado a Deus por sua bondade. Gratidão a Ele porque me fez um convite para cooperar na construção do seu Reino, por ser chamada a estar presente em uma família abençoada”, iniciou. “O senhor nos surpreende com seu modo de agir na história. Ele chama de onde não esperamos e aqui estou, pela bondade e graça de Deus”.

 

O jovem também destacou a vida em comunidade. “Meu processo vocacional não foi só de estudo. Aprendi a seguir os passos de Jesus. E um dos grandes presentes de Deus é a vida em comunidade. Por isso, peço às comunidades, que continuem rezando por mim”, colocou e concluiu agradecendo a família e as comunidades onde vivenciou sua fé pelo apoio e acolhida.

 

Sammara Garbelotto
Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo
imprensa@arquidiocesedepassofundo.com.br


Indique a um amigo
 
CONTATO
Cúria Metropolitana
Rua Coronel Chicuta, 436 - 4º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9240

Centro de Pastoral
Rua Coronel Chicuta, 436 - 2º Andar | Edifício Nossa Senhora Aparecida - Centro - 99010-051 | Passo Fundo/RS
(54) 3045-9204
 
 
 

Copyright @ 2019 - Arquidiocese de Passo Fundo. Todos os direitos reservados.